segunda-feira, 30 de julho de 2012

Wikipédia

Quando José Niza foi nomeado director de programas da RTP, em 1977, já existia a ideia de um concurso da autoria de Raul Solnado e de Fialho Gouveia. Numa reunião de trabalho, em casa de Solnado, depois do jantar até às seis da manhã do dia seguinte, resolveram tudo: realização, produção, cenografia, direcção musical, júri, etc

De 6 de Junho a 28 de Novembro de 1977, sempre às 2ªs feiras, foi transmitido o concurso "A Visita da Cornélia" que foi um dos grandes sucessos televisivos desse ano, conjuntamente com a telenovela "Gabriela - Cravo e Canela". Houve ainda duas sessões extra-concurso no Porto.

Dos 30 candidatos, tirados à sorte através dos boletins enviados, retinham apenas três pares.

Cada par tinha de cumprir 10 provas. As provas dividiam-se por três grupos disciplinares, que valorizavam a aprendizagem, a destreza e a criatividade. As provas criativas como canto, dança, teatro ou quadra eram pontuadas pelo júri fixo. Nas outras provas era necessário deitar bonecos a baixo, responder a perguntas sobre um livro, descobrir diferenças entre dois desenhos, cultura geral, código da estrada, constituição Portuguesa ou Direitos do Homem.

Os concorrente mais pontuados iam para um pódio até serem ultrapassados pelos novos concorrentes. Na 12ª sessão, o publicitário (e também, músico) Gonçalo Lucena foi ultrapassado por José Fanha (13 semanas no pódio) e pelo músico Hugo Maia de Loureiro.

Na 23ª sessão apareceu Vasco Raimundo que ultrapassou José Fanha e Rui Guedes. Acabou por ocupar o pódio até à finalíssima de 28 de Novembro de 1977.

São muitos os momentos marcantes do programa, desde a imitação de um macaco por Hugo Maia de Loureiro, o manifesto anti-lira de Pitum, a declamação de "Eu Sou Português Aqui" por Fanha ou a dança de Tozé Martinho e de Tareka.

O sucesso do programa levou à edição de uma revista semanal, a "Vacavisão" que saiu pela primeira vez em 21 de Junho de 1977. Também houve uma colecção de cromos e um single com versões de temas dos Gemini e José Cid.

http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Visita_da_Corn%C3%A9lia

http://www.oribatejo.pt/2009/08/o-meu-amigo-raul/

Na década de 1990 foi apresentado na RTPo concurso "A Filha da Cornélia" mas sem o mesmo impacto.

Raul Calado foi um dos responsáveis de concursos como "Retrato de Família".

sábado, 21 de julho de 2012

Infopédia

A Visita da Cornélia

O concurso de televisão "A Visita da Cornélia" foi transmitido pela primeira vez em 1977 com a apresentação de Raul Solnado e esteve no ar na Radiotelevisão Portuguesa durante vários anos, sempre com boas audiências. O programa era gravado num teatro perante a presença de público.

Os concorrentes para participar no concurso tinham de o fazer em equipa e em grande parte das vezes eram famílias inteiras que apareciam. Depois tentavam superar uma série de provas apresentadas pelo ator cómico Raul Solnado. As provas eram constituídas por tarefas como, por exemplo, fazer uma representação teatral ou declamar poesia. Na prova de teatro era dado um texto às equipas concorrentes e depois cada uma delas representava essa pequena peça da maneira que entendesse. O trabalho da equipa era então avaliado por um júri formado por cinco pessoas, tido como muito rigoroso na apreciação das qualidades dos concorrentes. Vencia a equipa que somasse mais pontos no conjunto de todas as provas do programa.

Alguns dos elementos do júri já eram figuras conhecidas do grande público, como Paulo Renato, Luís de Sttau Monteiro e Maria Leonor, mas outros ficaram famosos graças ao programa. Tal sucedeu com Maria João Seixas e [Raul Calado] Jorge Calado.

Mas, assim como os elementos do júri, também alguns dos participantes ganharam fama a nível nacional. Um dos casos mais conhecidos foi o da família Pitum, que apareceu várias vezes no concurso para somar pontos e vencer, destacando-se, entre eles, o pai, graças ao seu humor imaginativo. Outros concorrentes que se tornaram famosos foram o jornalista e escritor Fernando Assis Pacheco e José Fanha. Este último transformou-se em argumentista de séries cómicas de televisão depois de se ter destacado em "A Visita da Cornélia" como poeta e recitador.

Para além das provas e tarefas a desempenhar pelos participantes, o programa tinha também momentos de humor, onde Raul Solnado contracenava com a boneca da Vaca Cornélia.

Já nos anos 90, a RTP tentou recriar o espírito do concurso apresentando "A Filha da Cornélia", mas não obteve sucesso.


Como referenciar este artigo:
A Visita da Cornélia. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012. [Consult. 2012-07-11].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/$a-visita-da-cornelia>.